💎 BOLSONARO DÁ AVISO ASSUSTADOR E BRASILIA PEGA FOG0 – NÃO SOBROU NINGUÉM



A poucos minutos foi ocorreu a publicação atravĂ©s do canal do Youtbe: BRASIL ACIMA DE TUDO, um vĂ­deo entitulado 💎 BOLSONARO DÁ AVISO ASSUSTADOR E BRASILIA PEGA FOG0 – NÃO SOBROU NINGUÉM

De acordo com o divulgado pelo canal BRASIL ACIMA DE TUDO: 🔮 INSCREVA-SE NO TOP TUBE FAMOSOS: http://bit.ly/2DoxR21
💎 INSCREVA-SE NO BRASIL ACIMA DE TUDO: https://bit.ly/2CMl1tS
â–șINSCREVA NO CANAL CURIOSIDADE MAIS: http://bit.ly/2ginm2g

ApĂłs um dia de derrotas do governo no Congresso Nacional, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) afirmou que o governo deve sempre se antecipar a possĂ­veis problemas e que poderĂĄ vir um “tsunami” – ondas gigantes causadas por terremotos ou outras movimentaçÔes no oceano – na semana que vem. Apesar da fala, ele nĂŁo citou o que causaria o tsunami nem o contextualizou.

“Assim estamos governando. Alguns problemas? Sim. Talvez tenha um tsunami na semana que vem, mas a gente vence esse obstĂĄculo aĂ­ com toda certeza. Somos humanos, alguns erram. Alguns erros sĂŁo perdoĂĄveis. Outros, nĂŁo”, disse, ao ressaltar a independĂȘncia dos ministros de seu governo.

Segundo fontes do PalĂĄcio do Planalto ouvidas pela TV Globo, a referĂȘncia foi Ă  possibilidade de a medida provisĂłria da reforma administrativa perder validade e, com isso, o nĂșmero de ministĂ©rios aumentar de 22 para 29.

Durante a campanha eleitoral, Bolsonaro disse que limitaria a “no mĂĄximo 15” o nĂșmero de ministĂ©rios se fosse eleito – ao assumir o governo, em 1Âș de janeiro, deu posse a 22 ministros. No governo Michel Temer, eram 29 ministĂ©rios.

A MP da reforma administrativa perde validade no próximo dia 3 de junho e, se não for aprovada pelo Congresso e sancionada por Bolsonaro até essa data, voltarå a valer a estrutura ministerial do governo Temer. Deputados tentaram analisar a MP nesta quinta-feira (9), mas a votação foi adiada, por falta de acordo.

#tsunamidebolsonaro

Veja o vĂ­deo logo abaixo:

Continuaremos a seguir as notĂ­cias e divulgado vĂ­deos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não serå publicado. Campos obrigatórios são marcados com *