Brasil goleia Argentina em estreia da técnica Pia Sundhage



A algum tempo foi ocorreu a divulgação através do site: R7, do artigo “Brasil goleia Argentina em estreia da técnica Pia Sundhage”

De acordo com o divulgado pelo site R7:

Lance

Lance
Lance

O Brasil goleou a Argentina por 5 a 0 nesta quinta-feira (29), no Pacaembu, pelo Torneio Internacional, jogo que marcou a estreia da treinadora Pia Sundhage no comando da equipe. E a primeira impressão não poderia ser melhor, com boas participações individuais e atuação coletiva consistente. Dessa forma, a seleção garante vaga na final da competição, diante do Chile, no próximo domingo, às 13h.

Depois de um primeiro tempo avassalador, com um ritmo de jogo alucinante, as brasileiras conseguiram abrir uma vantagem de 3 a 0, que poderia ter sido bem mais elástica pelas chances criadas. Na segunda etapa, confortável no duelo, o Brasil diminuiu a intensidade, promoveu trocas, mas ainda assim marcou mais duas vezes.

Pressão brasileira
Com um começo de jogo em alta intensidade, como Pia Sundhage vem pedindo nos treinamentos, a seleção brasileira partiu para cima das argentinas e criou algumas chances nos primeiros 15 minutos de jogo, especialmente pelo lado esquerdo, com Ludimila e Tamires.

Aberto o placar
O gol, no entanto, foi sair apenas aos 18 minutos, quando Bia Zaneratto fez uma grande jogada pelo lado esquerdo e cruzou para a entrada da área, onde estava Ludmila, que dominou, ajeitou e guardou na rede. Em seguida, sem dar muitas chances para as adversárias, as brasileiras ainda acertaram uma bola na trave, com Érika.

Porteira aberta
Pelo amplo domínio da seleção, era questão de tempo ampliar o marcador, sempre com jogadas promissoras pelo lado esquerdo. Foi assim que, aos 34 minutos, em uma bola parada, Andressa Alves cruzou e Formiga desviou de cabeça para marcar o segundo. Um minuto depois, novamente em um cruzamento pela esquerda, agora com Tamires, a bola chegou limpa para Debinha anotar o terceiro.

Que atropelo!
Nos minutos seguintes, antes do intervalo, o Brasil ainda chegou três vezes com perigo, as três com Bia Zaneratto, em noite inspiradíssima. Primeiro ela fez jogada individual pela esquerda e cruzou para Debinha, que não conseguiu finalizar. Depois, Bia recebeu de Ludimila dentro da área e tentou um leve desvio, mas a goleira argentina evitou o gol.

Administrando, mas com gol
Na volta do intervalo, as brasileiras voltaram em um ritmo mais lento do que aquele apresentado no primeiro tempo e demoraram para criar uma chance mais clara de marcar. Até que aos 13 minutos Andressa Alves cobrou escanteio e Érika subiu mais do que a defesa para fazer o quarto gol.

Resultado nas mãos e alterações
Já com a vitória assegurada, o Brasil passou a diminuir o volume de jogo e a treinadora sueca optou por dar rodagem para algumas atletas que estavam no banco. Ao todo, cinco alterações foram feitas. Com o controle da partida e sem levar sustos, a seleção ainda acabou presenteada com um gol contra de Juncos, após falta cobrada por Luana.

Próximo desafio
Classificado, o próximo enfrenta o Chile, no próximo domingo, às 13h, também no Pacaembu para definir o campeão do Torneio Uber Internacional. Já a Argentina, joga às 10h30, diante da Costa Rica, para definir o terceiro lugar.

BRASIL 5 X 0 ARGENTINA
Local
: Pacaembu, São Paulo (SP)
Data-Hora: 29/8/2019 – 21h30
Árbitra: Edina Alves Batista (BRA)
Auxiliares: Tatiane Saciloti (BRA) e Daiane Caroline (BRA)
Público/renda: 11.962 pagantes/R$ 132.402,00
Cartões amarelos: Chávez (ARG)
Gols: Ludmila (18’/1ºT) (1-0), Formiga (34’/1ºT) (2-0), Debinha (35’/1ºT) (3-0), Érika (14’/2ºT) (4-0), Juncos (contra) (37’/2ºT) (5-0)

BRASIL: Bárbara; Letícia Santos, Kethellen, Érika e Tamires; Luana, Formiga (Aline Milene, no intervalo), Debinha (Millene, aos 30’/2ºT) e Andressa Alves (Chu, aos 22’/2ºT); Ludmila (Geisy, aos 14’/2ºT) e Bia Zaneratto (Raquel, no intervalo). Técnico: Pia Sundhage.

ARGENTINA: Correa; Chávez (Gómez, aos 44’/2ºT), Barroso, Sachs e Stabile; Santana, Mayorga, Benítez (Sole Jaimes, aos 3’/2ºT) e Larroquete (Cabrera, aos 30’/2ºT); Rodríguez e Oviedo (Juncos, aos 20’/2ºT). Técnico: Carlos Borrello.

CR7, Messi e Van Dijk marcam presença em festa de gala da Uefa

Vamos continuar seguindo as novidades e publicando notícias relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *