China receita frevo e fúria no ‘Manual de sobrevivência para dias mortos’



Hoje, a poucos instantes aconteceu a publicação através do link do: G1, do artigo “China receita frevo e fúria no ‘Manual de sobrevivência para dias mortos'”

Conforme o que foi veiculado pelo site G1:
Produzido por Yuri Queiroga, quarto álbum solo do artista pernambucano tem o toque da guitarra de Andreas Kisser. Vocalista e fundador do grupo punk recifense Sheik Tosado (1996 – 2001), banda que dava o peso do hardcore a ritmos de Pernambuco, o cantor e compositor Flávio Augusto Câmara – conhecido pelo apelido de China no universo pop brasileiro – lança o quarto álbum da carreira solo em 31 de maio.
Disco produzido pelo conterrâneo Yuri Queiroga, Manual de sobrevivência para dias mortos chega ao mercado fonográfico cinco anos após Telemática (2014) com repertório inédito e autoral de tom crítico.
A música Frevo e fúria tem o toque heavy da guitarra de Andreas Kisser, músico do grupo Sepultura. O também guitarrista Neilton, do grupo Devotos, figura na faixa Fascismo tupinambá.
Voz d’A Banda Mais Bonita da Cidade, Uyara Torrente faz dueto com China em Pó de estrela. Filho de China, Matheus Câmara programou a bateria eletrônica das faixas Consumo e Mareação, gravada com a adesão de Natália Matos.
Além de ter posto voz em músicas como Moinhos de tempo e O selvagem, China fez programações de beats, escolheu samples e tocou baixo e órgão.
Programações, samples e o toque do baixo também ficaram a cargo do produtor Yuri Queiroga, que ainda se revezou nos toques do violão e da guitarra. O percussionista Lucas Prazeres completa o tripé básico que sustenta a cama instrumental do álbum Manual de sobrevivência para dias mortos.

Vamos continuar seguindo o canal e divulgado vídeos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *