Cidades brasileiras têm atos em defesa da Amazônia



poucos instantes aconteceu a veicução no site: G1, da notícia “Cidades brasileiras têm atos em defesa da Amazônia “

Conforme o que foi veiculado através do portal G1:
Até por volta de 20h20, cidades dos estados de AL, AM, CE, GO, MT, MG, PA, PR, PE, PI, RN, RS, SC, SP, SE e TO haviam tido protestos pacíficos. Manifestantes volta às ruas no Brasil e no exterior em defesa da Amazônia
Cidades brasileiras registraram, desde a manhã deste sábado (24), atos em defesa da Amazônia. Até por volta de 20h20, 22 cidades dos estados de Alagoas, Amazonas, Ceará, Goiás, Mato Grosso, Minas Gerais, Pará, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins haviam tido protestos pacíficos.
Na sexta-feira, várias cidades também registraram protestos pelo país. No Rio, a Cinelândia ficou lotada. Em São Paulo, manifestantes se reuniram em frente ao Masp e fecharam um trecho da Avenida Paulista.
As queimadas geraram uma crise no governo federal, que vem sendo cobrado nos últimos dias no Brasil e no exterior por causa da situação da floresta. Artistas, sociedade civil e líderes de outros países se manifestaram em defesa da Amazônia.
De acordo com a Nasa (Agência Espacial Norte-Americana), 2019 é o pior ano de queimadas na Amazônia brasileira desde 2010.
Na manhã deste sábado, governo federal informou que seis estados da Amazônia já formalizaram pedido para ação das Forças Armadas no combate às queimadas. Na sexta-feira (23), o presidente Jair Bolsonaro assinou um decreto autorizando o envio de homens das Forças Armada. O decreto do presidente vale para toda a Amazônia Legal, da qual fazem parte os estados da Região Norte, além do Mato Grosso e Maranhão.
Veja como foram os atos em cada estado neste sábado:
ALAGOAS
Em Maceió, manifestantes protestaram em caminhada pela orla da capital alagoana com faixas e cartazes que faziam referência a importância do bioma da Amazônia e a falta de políticas para preservação do patrimônio ambiental.
Manifestantes fazem ato na orla de Maceió
Roberta Cólen/G1
AMAZONAS
Em Manaus, o grupo se concentrou em frente ao Instituto de Educação do Amazonas (IEA), de onde seguiu para a Avenida Eduardo Ribeiro, no Centro. Os manifestantes gritaram palavras de ordem e cantavam músicas de alerta à preservação.
Só em agosto deste ano, segundo o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), foram registrados mais de 5,3 mil focos de incêndio no estado.
Eliana Nascimento/G1 AM
CEARÁ
Em Fortaleza, manifestantes se reuniram na Praça Portugal, no Bairro Aldeota. O ato contou com a participação de membros de movimentos sociais, universitários, políticos, artistas locais e sociedade civil.
Manifestantes se reúnem na Praça Portugal em protesto a favor da Amazônia.
Wolney Batista/ Sistema Verdes Mares
GOIÁS
Estudantes, professores, ambientalistas se reuniram no Parque Vaca Brava, em Goiânia. Eles seguraram cartazes contra as queimadas e deram um abraço em volta do lago como ato simbólico em defesa da natureza. Os manifestantes também doaram 200 mudas de árvores.
Manifestantes dão abraço em volta de lago no Parque Vaca Brava, em Goiânia
Reprodução/TV Anhanguera
MATO GROSSO
Em Cuiabá, os participantes se reuniram no coreto da Praça Alencastro, na frente da prefeitura. Houve discursos e debates.
Cuiabá registra ato em defesa da Amazônia
Eunice Ramos/TV Centro América
MINAS GERAIS
Em Belo Horizonte, manifestantes se reuniram na Praça da Liberdade. Eles carregaram faixas e cartazes em defesa da Amazônia.
Manifestantes fazem ato em defesa da Amazônia, neste sábado (24), em Belo Horizonte
Cristiane Leite/TV Globo
Em Uberaba, o grupo se concentrou na Praça Rui Barbosa, no Centro e confeccionou cartazes contra a destruição e o aumento das queimadas na Amazônia.
Em Juiz de Fora, o ato foi realizado em frente às escadarias da Câmara Municipal. Estudantes, ativistas e ambientalistas protestaram com palavras de ordem e cobraram medidas para proteger a floresta.
Em Araxá, os manifestantes se reuniram em frente à Igreja Matriz de São Domingos. Eles fizeram discursos, usaram cartazes e camisas verdes durante o ato.
PARÁ
Em Belém, o protesto começou por volta das 8h30 na praça da República e seguiu até a praça do Relógio. O ato reuniu índios e moradores de áreas ribeirinhas.
Manifestantes concentração na praça da República durante a manhã deste sábado, 24
Arquivo Pessoal/Murilo Vale
PARANÁ
Em Foz do Iguaçu, o grupo se reuniu em frente ao portão do Parque Nacional do Iguaçu na manhã deste sábado. Os participantes levaram faixas e cartazes com mensagens de preocupação com as queimadas e com o desmatamento na Amazônia e em defesa da preservação ambiental.
Foz do Iguaçu: manifestantes se concentraram em frente ao Parque Nacional do Iguaçu às 10h
Giovani Zanardi/RPC Foz do Iguaçu
PERNAMBUCO
No Recife, manifestantes se reuniram na Rua da Aurora, no Centro. Eles falaram sobre o aumento das queimadas na região e se manifestaram contra o desmatamento.
Protesto em defesa da Amazônia tomou ruas no Recife
Bianka Carvalho/TV Globo
PIAUÍ
Em Teresina, manifestantes protestaram na Avenida Raul Lopes, na Zona Leste, usaram cartazes e gritaram palavras de ordem.
Protesto em defesa da Amazônia na cidade de Teresina (PI)
Gilcilene Araújo/G1 PI
RIO GRANDE DO NORTE
Em Natal, o grupo se reuniu na esquina das avenidas Salgado Filho e Bernardo Vieira. De lá, eles saíram em caminhada em direção à sede do Ibama na capital potiguar, na Avenida Alexandrino de Alencar. O protesto contou com a participação de índios da aldeia Catu, em Canguaretama, no litoral sul do estado.
Índios da aldeia Catu, em Canguaretama, participaram do ato em defesa da Amazônia em Natal
Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi
RIO GRANDE DO SUL
Em Porto Alegre, um grupo de manifestantes se reuniu no Parque Farroupilha. Munidos de cartazes, eles protestaram contra as queimadas que estão atingindo a floresta nos últimos dias. O ato contou ainda com uma caminhada em torno dos espelhos d’água do parque.
Manifestantes levaram bandeiras e cartazes a protesto em defesa da Amazônia em Porto Alegre
Kelly Veronez/RBS TV
SANTA CATARINA
Em Florianópolis, os participantes se reuniram na frente da Catedral Metropolitana com faixas e cartazes. Depois, seguiram em passeata pelas ruas do bairro.
Ato em prol da Amazônia ocorre no Centro de Florianópolis na tarde deste sábado (24)
Leandro Becker/NSC TV
SÃO PAULO
Em Ribeirão Preto, manifestantes fizeram um ato na esplanada do Theatro Pedro II. Os participantes deram as mãos ao redor da Praça 15 de Novembro e fizeram um abraço simbólico.
Manifestantes na esplanada do Theatro Pedro II em Ribeirão Preto
Cinthia Mitsumori/EPTV
Em Sorocaba, a manifestação ocorreu na praça do bairro Campolim e em semáforos da mesma região.
Em Campinas, o ato começou no Largo do Rosário e os manifestantes fizeram uma caminhada pelas vias Francisco Glicério, Moraes Sales e Barão de Jaguara.
Em São Carlos, o grupo de manifestantes se reuniu em frente à igreja de São Benedito. Antes de iniciar a passeata, os organizadores plantaram uma árvore como símbolo de resistência na praça da igreja.
SERGIPE
Em Aracaju, o grupo se concentrou na Praça General Valadão, no Centro. Os manifestantes utilizaram cartazes e gritaram palavras de ordem em defesa da Amazônia.
Manifestantes protestam em Aracaju em defesa da Amazônia
Reprodução/TV Sergipe
TOCANTINS
Em Palmas, os participantes se reuniram no Parque dos Povos Indígenas, no Centro e fizeram um debate como forma de protesto.
Protesto é realizado no Centro de Palmas
Mazim Aguiar/TV Anhanguera
Initial plugin text

Continuaremos seguindo o canal e postando vídeos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *