Dez anos depois do assassinato de Renné, “Fazenda Mega-Sena” está destruída

Pouco tempo atrás foi veiculado pelo canal do youtube Jornal O Tempo – Rio Bonito/RJ o vídeo “Dez anos depois do assassinato de Renné, “Fazenda Mega-Sena” está destruída”.

Conforme veiculado pelo canal Jornal O Tempo – Rio Bonito/RJ: “Em 2005, o lavrador, Renné Senna ganhou cerca de R$ 52 milhões na Mega-Sena. O que tinha tudo para ser apenas mais uma história de um sortudo acabou se tornando uma das principais notícias das páginas policiais. É que no dia 07 de janeiro de 2007, enquanto estava num bar em Lavras, interior de Rio Bonito-RJ, há alguns quilômetros da sua fazenda, Renné foi assassinado com quatro tiros. A viúva, a ex-cabelereira, Adriana Almeida; acabou sendo apontada como a mandante do crime. O caso já teve dois julgamentos. No primeiro, Adriana foi inocentada. No segundo, em dezembro de 2016, ela acabou condenada, mas já está em liberdade por conta de recurso impetrado pela defesa.

Entre os bens de Renné Sena está a Fazenda Nossa Senhora da Conceição, que sempre foi uma das propriedades mais cobiçadas de Rio Bonito. Por ter sido comprada por Renné, o imóvel acabou ganhando o nome de “Fazenda Mega-Sena”. Passados 10 anos do assassinato, exatamente nesse dia 10 de janeiro de 2017, a nossa reportagem fez uma visita a “Fazenda Mega-Sena” e encontrou um cenário de destruição. O imóvel está destruído, depredado, a atuação de saqueadores é visível e o mato toma conta do lugar. Enquanto isso, a filha de Renné e a viúva; brigam na Justiça para saber quem ficará com a herança do milionário.

OBS: depois de ser considerada foragida, Adriana Almeida acabou sendo presa na última quarta-feira (20/06/2018). A pena é de 20 anos de prisão. Confira no link a seguir https://youtu.be/1V3pREpIrXg

Confira o vídeo logo abaixo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *