Dólar opera em alta, com atenção a dados dos EUA e Previdência



Hoje, a alguns momentos ocorreu a postagem através do portal: G1, do artigo “Dólar opera em alta, com atenção a dados dos EUA e Previdência”

Conforme o que foi informado através do link G1: No dia anterior, a moeda norte-americana recuou 0,67%, vendida a R$ 3,7993. Comissão da Câmara aprova texto-base da reforma da Previdência
O dólar opera em alta nesta sexta-feira (5), após atingir menor patamar em três meses na véspera com a aprovação do texto-base da reforma da Previdência na comissão especial.
Às 10h, a moeda norte-americana subia 0,42%, vendida a R$ 3,8153. Veja mais cotações.
Cenário local
No cenário local, os investidores monitoram os próximos passos da votação da reforma. De acordo com o ValorOnline, os agentes analisam o resultado da votação da reforma da Previdência na comissão especial da Câmara, com aprovação por 36 votos a 13, que aumenta as chances de votação no plenário antes do recesso parlamentar (de 18 a 31 de julho).
O mercado tem pressa com a primeira votação porque o Comitê de Política Monetária (Copom) atrelou a decisão de cortar juros ao avanço da reforma. Portanto, a escolha que será feita na reunião marcada para o fim deste mês depende da aprovação ou não em plenário no primeiro turno.
O ministro da Economia, Paulo Guedes, já começou a olhar para as próximas metas. Após a Previdência, o governo vai priorizar a mudança na estrutura tributária e no pacto federativo brasileiro. Na quinta-feira, o ministro disse que o restante do programa econômico será anunciado neste semestre, mas adiantou que as duas principais frentes da agenda serão a desvinculação de receitas e despesas públicas e simplificação de impostos.
Cenário externo
No cenário externo, dados de emprego nos EUA mostraram que a criação de vagas de trabalho nos Estados Unidos se recuperou com força em junho.
Pregão anterior
No dia anterior, a moeda norte-americana recuou 0,67%, vendida a R$ 3,7993 – menor patamar de fechamento desde 20 de março (R$ 3,7641). Em julho, a moeda já caiu 1,04%. No ano, tem queda de 1,93%.

Vamos continuar a seguir as novidades e divulgado vídeos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *