Encceja 2019 tem aumento de 75% no número de inscritos, diz Inep



Hoje, a alguns momentos veiculado através do site: G1, do artigo “Encceja 2019 tem aumento de 75% no número de inscritos, diz Inep”

Segundo o que foi informado pelo portal G1:
Exame é voltado a jovens e adultos que não concluíram os estudos na idade esperada. Presidente do Inep garantiu que a prova deve ocorrer dentro do previsto após falhas de segurança. Presidente do Inep Alexandre Ribeiro Lopes apresenta dados do Encceja nesta terça-feira (4)
Reprodução/Facebook/Ministério da Educação
O Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) teve 2.973.375 inscritos para a edição de 2019. O número é 75% maior do que o total de inscritos na edição de 2018, com 1.695.607 estudantes. As informações foram divulgadas pelo presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Alexandre Ribeiro Lopes, nesta terça-feira (4) durante uma entrevista coletiva em Brasília.
O exame é voltado a jovens e adultos que não terminaram os estudos na idade esperada e desejam obter um certificado. A participação é gratuita. Para obter o certificado de ensino fundamental é preciso ter mais de 15 anos. Para o ensino médio, mais de 18 anos (leia mais abaixo).
Falhas de segurança
O presidente do Inep também garantiu que a prova deve ocorrer dentro do prazo estipulado após a descoberta de falhas de segurança.
“Isso foi superado, nós enviamos uma nova prova dentro dos padrões estabelecidos pelo Inep, então agora temos tranquilidade para continuar a questão do Enccceja dentro dos prazos estipulados”, diz Lopes.
Aumento no número de inscritos
Segundo Lopes, o aumento de 75% no número de inscritos no Encceja de 2019 é atribuído a três fatores:
maior divulgação da prova
apoio das secretarias estaduais de educação
busca de certificação para melhorar as condições de emprego
“[Atribuímos] À percepção, através do questionário socioeducativo, de pessoas que estão buscando a certificação, principalmente do Ensino Médio, como forma de melhorar sua condição de trabalho: melhorar a remuneração ou procurar outro posto de trabalho a partir da certificação”, afirmou Lopes.
Em 2018, entre os 1.695.607 estudantes inscritos, 36% conseguiram obter a certificação por atingirem a nota esperada nas quatro provas (leia mais abaixo).
O número é maior do que quando a certificação era obtida com a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).
Um levantamento feito pelo G1 apontou que na última edição em que o Enem também dava diploma, 14,3%, dos inscritos para este fim haviam obtido a certificação. Após ser substituído pelo Encceja, a porcentagem quase triplicou: 36% de certificação em 2018.
Aprovação aumenta após prova do Encceja substituir a do Enem para quem busca ‘diploma’ do ensino médio
Encceja 2019
A prova será aplicada no dia 25 de agosto em 611 municípios do país, pela manhã e pela tarde.
Quem quiser obter certificado do ensino fundamental precisa ter mais de 15 anos. A certificação para o ensino médio é para candidatos acima de 18 anos.
Em uma década, Brasil perde um terço das escolas para adultos com aula de ensino fundamental
São quatro provas com 30 questões cada e uma redação. Só os candidatos que obtiverem a pontuação mínima receberão o certificado.
Quem já fez o exame em outra edição e teve a pontuação esperada em uma das quatro provas pode aproveitar o desempenho já atingido e tentar obter a pontuação mínima nas provas restantes. A declaração é feita no ato da inscrição. O Inep oferece material de estudo gratuito para os candidatos.
Cronograma
Provas: 25 de agosto
Material gratuito de estudo: clique aqui
Inscrições para o Encceja 2019
Reprodução

Vamos continuar seguindo o canal e publicando vídeos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *