Fiéis enfrentam calor e ladeiras do Morro da Conceição para pagar promessas | Pernambuco



Pedidos atendidos e graças alcançadas levaram milhares de fiéis a celebrar o Dia de Nossa Senhora da Conceição, neste sábado (8), indo ao morro que leva o nome da santa, na Zona Norte do Recife. Pelas escadarias ou ladeiras íngremes, devotos sobiram com os pés descalços sobre o asfalto, de costas ou até mesmo duas vezes em um único dia.

Sob o sol forte, a enfermeira Sandra Cristina Oliveira marcou presença em mais um ano na celebração. A demonstração de fé em 2018, no entanto, foi diferente dos anos anteriores.

“Eu subi logo cedo, descalça, e agora estou subindo de novo, porque meu marido chegou para subir comigo. Estou pagando duas vezes os meus pecados este ano”, comentou, diante da missão de enfrentar a ladeira duas vezes.

O compromisso de caminhar pelas escadarias teve início quando um dos três irmãos de Sandra levou um tiro em um assalto, há cerca de 10 anos.

“Pedi pela vida dele e Nossa Senhora atendeu. Venho para agradecer pela saúde dele e de toda a família”, afirma, mostrando os pés vermelhos depois de ter caminhado até o santuário.

Na segunda caminhada, pela escadaria, Sandra teve a companhia do marido, Mário, que insistiu para que ela parasse por alguns minutos.

“Como ele não veio mais cedo, esperei ele chegar e estamos subindo de novo”, diz, retomando o fôlego para continuar a jornada rumo ao alto do Morro.

Edjane subiu o morro de costas para agradecer pela saúde do filho, na Zona Norte do Recife — Foto: Marina Meireles/G1Edjane subiu o morro de costas para agradecer pela saúde do filho, na Zona Norte do Recife — Foto: Marina Meireles/G1

Edjane subiu o morro de costas para agradecer pela saúde do filho, na Zona Norte do Recife — Foto: Marina Meireles/G1

Do outro lado, pelas ladeiras, a estudante Edjane Macêdo subiu de costas com ajuda da tia e do filho. “Eu prometi subir todo ano, por 10 anos, porque o meu filho nasceu com saúde”, conta, depois de cumprir a promessa ao longo dos sete anos de vida de Anthony.

Mesmo incomodada com o calor, Edjane não pensou em desistir. “Tenho que ir até o fim pelo meu filho”, afirma.

Depois de ter enfrentado o asfalto quente sem os sapatos, a técnica Maria Lúcia Guabiraba chegou à igreja do alto do Morro não para cumprir promessas, mas para agradecer pelas bênçãos que a família recebeu mesmo sem pedir.

“É tão importante a intercessão de Nossa Senhora na nossa vida que vim para agradecer as coisas boas que ela nos proporciona”, comenta.

Famílias inteiras também subiram o morro nete sábado. É o caso de da Professora Walquíria Galvão, que levou a filha Alda e os netos Alice e Alessandro.

Assim eles, demonstram que a fé pode ultrapassar e unir as diferentes gerações. Todos se vestem de azul e branco para homenagear Nossa Senhora.

De pés desclaços, Maria Lúcia subiu o morro descalça para agradecer, na Zona Norte do Recife — Foto: Marina Meireles/G1De pés desclaços, Maria Lúcia subiu o morro descalça para agradecer, na Zona Norte do Recife — Foto: Marina Meireles/G1

De pés desclaços, Maria Lúcia subiu o morro descalça para agradecer, na Zona Norte do Recife — Foto: Marina Meireles/G1

O ponto alto da festa de Nossa Senhora da Conceição é a procissão de encerramento. A concentração começa a partir das 14h deste sábado, no Forte do Brum, no Cais do Apolo, no Bairro do Recife, no Centro da capital pernambucana.

A saída da caminhada, que tem um percurso de aproximadamente oito quilômetros, está prevista para acontecer às 15h.

O arcebispo metropolitano de Olinda e Recife, dom Fernando Saburido, e o reitor do Santuário Nossa Senhora da Conceição, padre José Ulysses, participam do cortejo, que conta com um andor que tem a réplica do nicho e da imagem da Imaculada Conceição do Morro, com flores, rosas e luzes.

Fieis se reúnem aos pés da imagem de Nossa Senhora da Conceição, no Morro da Conceição, Zona Norte do Recife, neste sábado (1º) — Foto: Pedro Alves/G1Fieis se reúnem aos pés da imagem de Nossa Senhora da Conceição, no Morro da Conceição, Zona Norte do Recife, neste sábado (1º) — Foto: Pedro Alves/G1

Fieis se reúnem aos pés da imagem de Nossa Senhora da Conceição, no Morro da Conceição, Zona Norte do Recife, neste sábado (1º) — Foto: Pedro Alves/G1

No dia dedicado à Nossa Senhora da Conceição, que é feriado no Recife e altera o horário de funcionamento de alguns shoppings, a celebração das 10h traz o padre Damião Silva fazendo um louvor no palco. Em preparação para a missa final da 114ª Festa do Morro, o padre João Carlos apresenta cânticos e momentos de louvor para acolher os fiéis a partir das 15h.

A Autarquia de Trânsito e Transporte Urbano do Recife (CTTU) atua na área da Festa do Morro conta com a atuação de 80 agentes ao longo do sábado (8) no entorno e nas vias de acesso ao Morro da Conceição, além de 25 batedores e duas viaturas, totalizando 29 profissionais para a procissão.

De acordo com o Grande Recife Consórcio de Transporte, o esquema de ônibus para a Festa do Morro é reforçado com 65 veículos e 646 viagens a mais do que em dias comuns. Paradas provisórias são implantadas e o Terminal Integrado da Macaxeira, na mesma região da cidade, funciona durante toda a madrugada deste sábado (8).

Fonte

قالب وردپرس

Deixe uma resposta