Hospital Alberto Cavalcanti terá foco apenas em atendimento a pessoas com câncer



poucos momentos atrás postado através do portal: Hoje em Dia, da notícia “Hospital Alberto Cavalcanti terá foco apenas em atendimento a pessoas com câncer”

Conforme o que foi veiculado através do link Hoje em Dia:

A partir do dia 9 de setembro, o Hospital Alberto Cavalcanti, no bairro Padre Eustáquio, na região Noroeste de BH, passará a ser regulado totalmente pela Secretaria Municipal de Saúde de Belo Horizonte e ter o atendimento focado apenas para os pacientes com câncer. As pessoas que eram assistidas nos serviços de urgência da unidade serão encaminhadas para outros hospitais da cidade, como Odilon Behrens e Julia Kubitschek.

“Não haverá prejuízo na assistência aos pacientes da capital. Para acolher a demanda, haverá reforço de profissionais na rede SUS-BH”, afirmou a Prefeitura de Belo Horizonte, por meio de comunicado enviado nesta terça-feira (27). “O hospital será referência para serviços na área do atendimento aos pacientes com câncer, sobretudo em algumas subespecialidades em que há necessidade de oferta de serviços como a hematologia oncológica”, completou a PBH.

De acordo com a Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig), mantenedora do Alberto Cavalcanti, o hospital continuará tendo atendimento de urgência, mas apenas para pacientes oncológicos, registrados no sistema municipal de saúde. “Este passo é fundamental para assegurar uma assistência integral a este paciente, além de aumentar a capacidade de internações, procedimentos e cirurgias, atendendo à atual demanda”, afirmou a Fhemig por meio de nota.

Nos dias 16 e 17 deste mês, o Alberto Cavalcanti ficou sem o serviço de emergência e urgência por falta de profissionais de plantão. O deficit no número de médicos no hospital era um problema que vinha se agravando nos últimos meses.

História

O Hospital Alberto Cavalcanti, nos primeiros anos da década de 80, se tornou o primeiro hospital público de Minas Gerais a prestar assistência em oncologia clínica, paralelamente à realização de cirurgias e à oferta do serviço de quimioterapia. Segundo a Fhemig, atualmente, é credenciado como Centro de Referência de Alta Complexidade em Oncologia (CACON), por oferecer ao usuário a assistência integral, como diagnóstico, tratamentos de quimioterapia e radioterapia, cirurgias e cuidados paliativos.

Leia mais:
Kalil determina a contratação imediata de 500 cobradores de ônibus em BH

 

Continuaremos a seguir o canal e postando notícias relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *