Mostra Internacional de Cinema de São Paulo começa nesta quinta-feira; veja destaques



Hoje, a algum tempo foi ocorreu a publicação através do portal: G1, da notícia “Mostra Internacional de Cinema de São Paulo começa nesta quinta-feira; veja destaques”

De acordo com o divulgado pelo portal G1:
Evento vai até o dia 30 de outubro com cerca de 300 filmes exibidos em vários espaços. Documentário ‘Babenco’, ‘Wasp Network’, ‘Parasita’ e ‘Vida Invisível’ estão na Mostra de SP 2019
Divulgação
A 43ª edição da Mostra Internacional de Cinema de São Paulo começa nesta quinta-feira (17) e vai até o dia 30 de outubro com cerca de 300 filmes na programação. O G1 lista abaixo quais são os destaques.
Neste ano, a edição é menor que a do ano passado, quando teve mais de 330 títulos. Desta vez, a Mostra exibirá os filmes em cinemas, espaços culturais e museus espalhados pela capital paulista, incluindo projeções gratuitas e ao ar livre.
Veja a programação completa no site da Mostra
Brasileiros
Assista ao trailer de “A vida invisível”
A edição deste ano exibirá 63 filmes nacionais. Entre eles, o de maios destaque é “A vida invisível”, Karim Aïnouz, escolhido para tentar indicação ao Oscar de Filme Internacional e vencedor da mostra Um certo olhar do Festival de Cannes.
“Babenco – Alguém tem que ouvir a voz do coração”, filme de Bárbara Paz sobre o cineasta Hector Babenco, também merece destaque. O longa levou o Prêmio da Crítica Independente durante a 76ª edição do Festival de Veneza. Ambos serão exibidos na sessão Apresentação especial.
Assista ao trailer do filme ‘O Juízo’
“O Juízo”, suspense sobrenatural de Andrucha Waddington, reúne Fernanda Montenegro, Criolo Lima Duarte e Felipe Camargo.
Estrangeiros premiados
Trailer de ‘Parasita’
O sul-coreano “Parasita”, do diretor Bong Joon-ho, venceu a Palma de Ouro do Festival de Cannes 2019, o principal prêmio da competição. Ele conta a história de uma família de desempregados que vivem em um escuro e sórdido apartamento no subsolo, onde convivem com baratas.
O israelense “Sinônimos”, de Nadav Lapid, levou o Urso de Ouro no Festival de Berlim. A história é sobre um expatriado em Paris que deixou Israel devido à situação política. Foi elogiado por seu tom original, sua reflexão sobre identidade e a interpretação do protagonista, Tom Mercier.
Também vale a pena ver o documentário de drama “Honeyland”. Vencedor do Grande Prêmio do Júri na sessão de documentários em Sundance, o filme acompanha a saga da caça a abelhas na Europa
Homenageados
Trailer de ‘O paraíso deve ser aqui’
O francês Olivier Assayas e o israelense Amos Gitai vão receber o prêmio Leon Cakoff. “Wasp Network”, de Assayas, abriu sessão para convidados da Mostra nesta quarta (16). O francês foi escolhido por “seu cinema de estética mutável, ao mesmo tempo atento aos sentimentos mais delicados e incômodos dos nossos dias”, diz a organização.
Gitai já teve 41 filmes exibidos no evento brasileiro desde 1996. Segundo a organização, será premiado porque “seu olhar único sobre lugares e memória mostram ao público brasileiro os diversos matizes que que existem em um conflito”.
O Prêmio Humanidade será entregue ao ator e diretor palestino Elia Suleiman. Na mostra, ele apresenta “O paraíso deve ser aqui”, premiado no Festival de Cannes deste ano.
43ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo: programação completa com os lugares e horários dos filmes

Vamos continuar seguindo o canal e postando vídeos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *