O amor artificial das redes sociais a Neymar. É fuga da realidade



Hoje, a alguns momentos atrás foi aconteceu a divulgação no link do: R7, da notícia “O amor artificial das redes sociais a Neymar. É fuga da realidade”

Conforme o que foi informado pelo site R7:

Neymar enxerga o que quer enxergar. Ou o que deixam enxergar

Neymar enxerga o que quer enxergar. Ou o que deixam enxergar
Reprodução/Twitter

São Paulo, Brasil

“Só quero agradecer o apoio e mensagem que todo mundo mandou, mensagem, fãs. Só agradecer, obrigado pelo carinho. Me senti muito amado. Então, só agradecer o carinho de todos.”

Veja mais: Veja os jogos dos clubes da Série A até a parada para a Copa América

Neymar, ao sair ontem da Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática, que fica na Cidade da Polícia, no Rio de Janeiro.

Ele foi tentar explicar porque expôs Najila Mendes nua. E os diálogos eróticos que travou com a modelo no seu Instagram.

Muito além do depoimento e de toda situação constrangedora que os brasileiros acompanham, querendo ou não, o que mais chama a atenção é alienação do principal jogador de futebol deste país.

Alienação que nasce profissionalmente do seu staff.

As ‘mensagens que todo mundo mandou” e estão nas suas redes sociais, principalmente o Instagram, que o jogador mais utiliza, passam por um filtro absoluto.

Veja mais: A inacreditável briga entre Neymar e a mulher que levou a Paris

Vale acompanhar seis posts mais recentes de Neymar. Dos 4.447 que publicou.

O sexto, uma propaganda da Nike, empresa que acompanha “profundamente preocupada” toda a confusão criminal e erótica envolvendo Najila Mendes.

Neymar teve 4,8 milhões de curtidas, os famosos likes. E apenas 20 comentários. Todos favoráveis ao jogador.

O quinto, outra publicidade. Desta vez para uma empresa de telefonia francesa, SFR. Bate bola com Cristiano Ronaldo. Foram 5,4 milhões de curtidas e só 24 comentários aprovados.

O quarto, ele em cima de uma bicicleta ergométrica na concentração da Seleção Brasileira. 1, 4 milhão de curtida. 24 comentários.

Veja mais: Vinícius Júnior é o favorito da CBF para assumir vaga de Neymar

O terceiro, cumprimentando Casemiro durante um treino. 1,5 milhão de curtidas. 17 comentários.

O segundo, abraçando Buffon, que não teve seu contrato renovado no Paris Saint-Germain. 1,8 milhão de curtidas. 12 comentários.

O último, sorrindo, de gorro, treinando com a Seleção. 2,8 milhões de curtidas. E 187 comentários.

Neymar tem 120 milhões de seguidores.

Muito mais do que a população de vários países. A Argentina, por exemplo, tem 44 milhões. A França, tem 67 milhões. A Espanha, 47 milhões.

A absurda maioria dos seguidores não são iletrados, analfabetos ou não tem opinião. 

Simplesmente, há censura prévia no seu Instagram.

Veja mais: Machucou de novo! Confira todas as lesões de Neymar durante a carreira

Tente encontrar um comentário desabonador, criticando o jogador.

Simplesmente não vai ao ar.

Há algo com que o internauta discorde de Neymar. Nem adianta tentar escrever

Há algo com que o internauta discorde de Neymar. Nem adianta tentar escrever
Reprodução/Instagram

Ou seja, o mundo que Neymar tenta passar, todo o amor e apoio que ele diz receber em qualquer momento, é artificial.

Basta entrar nas redes sociais livres para perceber o que realmente se pensa do camisa 10 da Seleção.

Veja mais: Mulher que acusa Neymar de estupro deu facada em ex-marido

Se ele tiver essa curiosidade, terá um choque de realidade.

O legado que passará nas suas redes sociais no futuro não aceito por quem tiver ao menos dois neurônios.

A discrepância entre os seguidores e comentários chega a ser ridícula.

Mas se foi essa a maneira que ele descobriu para ser feliz, que ninguém contrarie.

Que siga lendo os comentários favoráveis de familiares, parças e fãs permissivos e vá dormir contente.

Veja mais: Fim de contrato com patrocinador milionário. Simbólico para Neymar

E finja para ele mesmo não saber da censura que existe nas suas redes sociais.

Porque jornalistas, patrocinadores e seus seguidores sabem.

Entendem o mundo artificial que vive.

Criado por seus funcionários.

Responsáveis pelas redes sociais.

Eles recebem dinheiro para protegê-lo.

Assim é difícil mesmo amadurecer…

Curta a página do R7 Esportes no Facebook

Neymar: o camisa 10 é cada vez mais conhecido pela ostentação

Vamos continuar a seguir as novidades e publicando notícias relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *