Renan Calheiros xinga Sergio Moro, ataca Lava Jato e é rebatido pelo senador Delegado Alessandro



A Alguns minutos foi postado através do canal do youtube Folha Política o vídeo “Renan Calheiros xinga Sergio Moro, ataca Lava Jato e é rebatido pelo senador Delegado Alessandro”.

Conforme informado pelo canal Folha Política: “Renan Calheiros xinga Sergio Moro, ataca Lava Jato e é rebatido pelo senador Delegado..

Após o senador Renan Calheiros insultar Sergio Moro e Deltan Dallagnol, atacando a Operação Lava Jato e o combate à corrupção no Brasil, os senadores Delegado Alessandro Vieira e Eduardo Girão apontaram a existência de articulações de um sistema criminoso para macular as estruturas de combate à corrupção no Brasil.

“Enfrentamos uma severa crise moral no Brasil e essa crise moral está totalmente conectada com a crise financeira, porque é a corrupção que está na raiz dos nossos males; é a corrupção que coloca gente incompetente no poder; é a corrupção que drena diretamente recursos do orçamento público. O cidadão comum já percebeu essa conexão simples e imediata entre a corrupção e a falta do serviço público na sua porta, na sua residência”, assestou Delegado Alessandro.

“Mas o sistema criminoso, que impera no Brasil há décadas, se reestrutura a cada instante; ele não para. E, hoje, presenciamos com mais absoluta clareza uma articulação muito bem montada, muito bem criada entre setores da magistratura federal, do funcionalismo público, do empresariado e da política nacional – todos articulados para uma série de ações de desmonte dos mecanismos de combate à corrupção no Brasil”, declarou.

Assista ao vídeo e deixe o seu like se você apoia a CPI da “Lava Toga” e o impeachment de Dias Toffoli e Gilmar Mendes.

Inscreva-se em nosso canal para acompanhar todas as transmissões de Jair Bolsonaro, assim como os melhores vídeos sobre temas políticos: http://bit.ly/FolhaPoliticaYoutube
Acesse nosso site para mais informações: http://www.folhapolitica.org”

Confira o vídeo logo abaixo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *