Suposto assassino da cadela Manchinha presta depoimento – ANDA



Relatos apontam que cachorro foi brutalmente agredido (Foto: Reprodução | Facebook)

O homem que aparece em um vídeo espancando a cadela Manchinha com uma barra de ferro em uma unidade do supermercado Carrefour na Avenida dos Autonomistas, em Osasco (SP), prestou depoimento hoje (06) à tarde na Delegacia de Polícia de Investigações sobre o Meio Ambiente e Setor de Produtos Controlados do município.

Funcionário terceirizado do Carrefour há cerca de dois meses, o homem de 39 anos não teve o nome revelado. Usando terno, ele chegou sozinho e foi rapidamente conduzido para a sala da delegada Silvia Fagundes Theodoro da Silva. Quando saiu, por voltas das 17h, foi escoltado por policiais civis enquanto tapava o rosto. As informações são da Veja.

Segundo a delegada responsável pelo caso, as investigação concluíram que não houve envenenamento ou atropelamento. A perícia identificou que o animal sofreu uma grave lesão na pata e chegou ao Centro de Controle de Zoonoses ainda viva, mas vomitando muito sangue, o que pode ser reflexo de uma hemorragia interna.

Silvia Fagundes explica que a pena para agressão de animais é de no máximo um ano, podendo ser aumentada em caso da morte do animal.

Fonte

قالب وردپرس

Deixe uma resposta